Breno Matias Fotografia

Fotografia e Diversão

Archive for the ‘Paixão Paralela’ Category

Cumbuco – Premiação e dia de descanso – Sertões 2011

with 2 comments

20/08 – Cumbuco/CE – o dia do descanso!

Hoje foi tudo light… A única obrigação do dia, era fotografar a premiação que começava as 19:00.

Acordamos por volta de 10:00. Café da manhã e mais nada…
Passamos o dia na pousada. Piscina e sombra, sombra e piscina.

Dormi à tarde (coisa que eu só fazia no carro, quando estávamos em deslocamento).
Saímos pra festa de premiação. Nenhuma novidade. Protocolos cumpridos e devolta à pousada.
Dormir e amanhã, partir devolta pra casa!

Finaliza assim, mais uma aventura…
Passamos por lugares que não se descreve em palavras.
Pessoas solidarias e hospitaleiras.
Cultura que não se mede.
Riqueza de um país GIGANTE. Gente GIGANTE!

Fotografar esse rally, é uma experiência impar. O aprendizado é enorme… a aventura é constante… teste físico e psicológico é exigente.
Mas vale a pena!

Cada um dos 5.350 Km percorridos, me fez mais forte e mais maduro.
A saudade de casa e a vontade de ver que eu deixei em BH, mexe com todos os sentidos.
Uma mistura de alivio porque chegou ao fim e uma ponta de tristeza por ter que deixar essa aventura para trás.
Ano que vem tem mais… O RALLY INTERNACIONAL DOS SERTÕES, completará 20 anos. A promessa de que será uma festa marcante, foi feita.

… e eu estarei aqui!

No Domingo (dia 21/08) foi só aproveitar o visual e curtir o descanso. Voo previsto para 2:30 da madruga… deu até pra ficar pro pôr-do-sol do Ceará…

Anúncios

Cumbuco (chegada VILA GALÉ) – Sertões 2011

leave a comment »

19/08 – Sobal/CE – Cumbuco/CE.

Acordei às 9:30. Isso não acontecia a MUITOS dias. Um sono leve e tranquilo. MERECIDO. A pousada é linda. Próximo à praia e bem aconchegante. Parece que o fim de trabalho será bem recompensado!

Fomos para a rampa de chegada por volta de 12:00. Algumas motos já haviam passado. Eu fui fotografar a chegada doa carros na praia e o Sanderson a rampa.

O visual é deslumbrante… O mar do litoral do Ceará é bem agitado. Não da para nadar, mas a pratica de esportes como o Kaind Surf, é bem comum por aqui.

A rampa durou até as 18:15. Saímos de lá exaustos.

Direto para pousada. Banho e sair pra comer alguma coisa…

A região é muito bonita. Muitos restaurantes, hotéis de luxo e gente bonita.

Comemos uma picanha acompanhada de baião de dois (arroz, feijão e mussarela) e voltamos para a pousada. Amanhã será nossa folga. Praia e água fresca…

 

Written by Breno Matias

21/08/2011 at 9:59 AM

Teresina / Sobral – Sertões 2011

leave a comment »

18/08 – Teresina/PI – Sobral/CE

Saímos da cama tranqüilos e descansados. Café da manhã no hotel, malas no carro e pé na estrada.  A largada que seria em Coivaras/PI.
Pegamos um pequeno trânsito dentro de Teresina, e já na estrada, uma quantidade significativa de carros. Deslocamento assim, é complicado para os pilotos e para nós também. Passamos por Altos/PI e após 55km, estávamos em Coivaras/PI.

A largada foi dentro da cidade. O povoado parou para ver o rally. Deu pra cobrir os bastidores da largada e entrar um pouco na especial e fazer alguns carros passando… rendeu boas imagens.

Saímos do ponto de largada, sentido ao portal de chegada, em Sobral. Foram 255km, voltando para Altos, passando por Campo Maior (onde perdi meu celular ano passado), Cocal de Telha, Capitão de Campos, trevo de Piripiri, São João da Fronteira e, já no Piauí, Tianguá, Frecheirinha, e enfim Sobral.

Chegamos a tempo do primeiro carro, no portal de chegada… centro de Sobral…
Hoje foi bem produtivo. Bastidores de largada, especial e portal de chegada. Isso é raríssimo em um rally desse tamanho…
A festa durou. Como a etapa era dura e difícil, poucos carros chegaram. Ficamos na rampa de chegada até 19:30. Dureza. Com isso, não conseguimos vaga em hotel por Sobral.

Já saímos sentido a praia do Cumbuco/CE onde será a chegada de amanhã. Com isso, poderemos dormir até mais tarde.

Novamente pegamos uma péssima estrada e o pior… À NOITE!
Um trecho que deveria ser feito em pouco mais de duas horas, gastamos quase cinco. Passamos por Forquiha, Irauçuba, Itapagé, Iratinga, Aguai, Umirim, São Gonçalo do Amarante, Pecém, e por fim, Vilarejo de Cumbuco que já é zona metropolitana de Fortaleza.

A chegada será no Vila Galé… um belo resort próximo às dunas e com um visual de tirar o fôlego. Conseguimos uma pousada dentro do Cumbuco, mas foi difícil encontrar. Às 2:30 não havia ninguém pra passar informações. Rodamos por um bom tempo até achar.

Agora é banho e cama. Estamos exaustos, mas só falta um dia… E a saudade de casa é grande!

Written by Breno Matias

20/08/2011 at 9:40 AM

Barra do Corda / Teresina – Sertões 2011

leave a comment »

17/08 – Barra do Corda/MA – Teresina/PI

 

Saímos da cama, por volta de 4:40. Noite rápida. Saímos sem café da manhã. Entramos na especial por volta de 5:20.

Conseguimos um ponto de foto e fomos presenteados pela mãe natureza! Uma iguana muito tranqüila e dócil, ficou fazendo pose pra nossas fotos quase que a manhã inteira. Um show!

As fotos ficaram muito legais.

Saímos sentido Teresina, por volta de 11:00. Paramos em Presidente Dutra/MA para almoço. Passamos por Baú/MA e enfim, Timom/MA. Após 350km de estrada bem tumultuada, chegamos. O que separa Timom, ainda no Maranhão de Teresina, já no Piauí, é o rio Parnaíba.

Logo na entrada da cidade, pudemos confirmar que o dia era realmente nosso… Um hotel, bem perto dos apoios… e com vaga! Teoricamente, isso era IMPOSSÍVEL.

Era pouco mais de 4:30, já estávamos no quarto. O dia se encerra aqui. Uma pizza e cama. Amanhã sairemos as 6:00.

 

Written by Breno Matias

19/08/2011 at 10:56 AM

Balsas / Barra do Corda – Sertões 2011

with one comment

16/08 – Balsas/MA – Barra do Corda/MA

Saímos da cama MUITO cedo. Dormi menos de 3 horas. Estou notando que a idade pesa… não que eu seja velho, mas coisas que fazia normalmente a alguns anos, hoje são mais cansativas… enfim. Não conseguimos comprar nada para levar, por causa do horário.

Entramos na especial por volta de 5:30 da manhã. Andamos por cerca de 25km e chegamos ao nosso ponto. Um riacho bacana com um visual muito legal. Fotografei as motos que passaram pela água e decidi procurar um ponto melhor para fotografar os carros. Novamente estou notando que não tenho idade pra certas coisas…. com muuuutio custo, consegui subir em uma árvore, numa curva bem bacana. As fotos ficaram ótimas.

Saímos de Balsas, para Barra do Corda, parando em Fortaleza dos Nogueiras/MA, para tentar acesso a internet. Sem sucesso. Quanto mais ao norte, menos estrutura se consegue. Fora as grandes cidades, o acesso a internet, alimentação de qualidade, hotéis e pousadas, são raros e caríssimos. Páramos em Formosa/MA, para abastecer e almoçar, por volta de 15:00.
A estrada entre Fortaleza dos Nogueiras e Grajaú, no Maranhão, certamente está entre as PIORES do país. Gastamos mais de 4 horas para percorrer um pouco mais de 100km. É triste ver como cidades inteiras às margens dessas rodovias, estão totalmente abandonadas pelas autoridades. Nenhuma das pessoas com quem conversei, tem perspectiva de melhora ou notícias de que o progresso esteja a caminho… e o mais incrível de tudo: são todos conscientes de que houve investimento do estado em prol das estradas, mas não sabem onde o recurso foi empregado. É triste ver lugares tão lindos e pessoas tão prestativas, esquecidos por governantes e autoridades.

Passamos por Alto Brasil/MA, por volta de 19:00. A estrada não ajuda mesmo… perdemos o dia no trecho. Chegamos em Barra do Corda/MA por volta de 21:30.
Esse deslocamento foi MUITO cansativo.

Rodamos atraves da Transamazonica, passando por diversas tribos indigenas… Só que já era noite. Não conseguimos fazer nenhuma foto. Uma pena!
Ao chegar na cidade, demos de cara com uma festa gigante! O Rally parou tudo. Muito legal de se ver mas um problema enorme: NÃO TINHAMOS HOSPEDAGEM! Novamente, os parceiros da 4×4 Expert, nos deram abrigo… O bacana de ficar na equipe, é a diversão. Piadas, conversas e muitas histórias sobre as edições anteriores do rally. Vale a pena! O barulho vira detalhe. No cardápio de hoje: PIZZA!!

Agora (12:30), é cama e preparar o psicológico para sair da cama por volta de 4:30 novamente.

 

Written by Breno Matias

19/08/2011 at 10:32 AM

Lizarda / Balsas – Sertões 2011

leave a comment »

15/08 – Lizarda/TO – Balsas/MA

Acordamos em Araguaína/TO as 8:00. Dormimos em um hotel muito bacana, mas sem internet. Café da manhã e pé na estrada. Tínhamos dois problemas para serem resolvidos: o primeiro, era conseguir arrumar um estepe; o segundo era um barulho na roda que, cada vez mais, aumentava. Conseguimos resolver tudo em menos de uma hora.

Pegamos estrada sentido Bielândia/TO, por volta de 10:30.
Passamos por Bielândia//TO, e em Filadélfia/TO, pegamos a balsa as 13:00 para Carolina, já no estado do Maranhão.
Seguimos viagem sentido Balsas/MA, passando por Alto Bonito/MA e Riachão/MA.

Já são dez dias de muita ralação… dormindo mal, grande parte do tempo dentro do carro, comendo rápido… mas FELIZ DEMAIS!

No trajeto ate Balsas, páramos pra fazer umas fora na entrada da Serra das Mesas. É uma reserva muito linda e cercada por canyons e montanhas.

Chegamos na entrada de Balsas, tínhamos que procurar a parte da prova que nos interessava… ficamos um pouco perdidos mas, como dizem que, quem tem boca vai à Roma… rapidamente resolvemos tudo e chegamos na especial.
Como era bem no fim de prova e etapa maratona, quase ninguém chegou… Foram poucos carros que passaram pela gente.
O melhor de tudo, é que no fim das contas, já se passava das 17:00 e estávamos ao lado de um balneário. Restaurante, sombra e água fresca e um rio deslumbrante. Com direito a gangorra e banho.

Jantamos um peixe frito, arroz, salada e carne de sol… MARAVILHOSO!

Saímos do balneário por volta de 19:00. Era pouco mais de 5km até a cidade de Balsas. Passamos em uma lan house e enfim, acesso a net (depois de 4 dias).
Decidimos ir até o local de prova para analisar as opções de visuais que teremos para amanhã. Já passava das 22:00 ainda estávamos procurando as referencias para a largada. Entramos na pista onde seria a especial por volta de 23:00.

Achamos bons pontos, mesmo à noite. A lua cheia ajudou muito. Marcamos no GPS e voltamos até Balsas para procurar um lugar para dormir.

No hotel às 2:10, banho e cama. Amanhã saímos por volta de 4:30.

Written by Breno Matias

16/08/2011 at 8:44 PM

Porto Nacional / Lizarda – Sertões 2011

with one comment

14/08 – Porto Nacional/TO – Lizarda/TO

Hoje o dia foi PUNK! começando pelo carro atolado NO PÁTIO DA POUSADA.

O Jalapão não perdoa nunca…

Pedimos ajuda para o pessoal da técnica e foi pior… A Triton deles que tentava rebocar nosso carro também atolou. E a hora da largada já se aproximava. Foi meio tenso!

Por fim, desatolamos a Triton e eles foram embora para a especial. Uma outra equipe de imprensa, numa Amarok, deu uma força e conseguimos sair quase em cima da hora.

Pegamos o caminho, sentido a Mateiros/TO. É uma estrada bem complicada e de muita terra e bancos de areia. O objetivo era entrar para especial, pela estrada que leva Ponte Alta/TO até Mateiros/TO. Os 20 primeiros km, estavam até razoáveis. O problema começou após a entrada de um vilarejo chamado Santinho/TO. O primeiro banco de areia, passou sem susto. O segundo, tivemos que descer e analisar bem onde passar… e passamos. O terceiro era sem chance nenhuma de passar. Muito grande (uns 30 metros de extensão) e largo (ocupava TODA a pista). Achamos prudente voltar. Seria um caminho que dificilmente passaria alguém para nos ajudar ao longo do dia.

É uma situação meio frustrante, pois nos programamos muito para essas fotos. O visual do Jalapão é deslumbrante. Vale cada esforço… mas se não houver cautela, seria muito fácil perder o resto do rally por decisões precipitadas. Resolvemos voltar pelo mesmo caminho e fotografar a largada.

Por volta de 12:00 todos os competidores já haviam largado e já estávamos devolta a Ponte Alta. Voltamos até a pousada para um banho e depois achar um lugar para acesso a internet. De Porto até nosso destino, seriam uns 850km. Não vamos até Lizarda/TO como no ano passado. Dessa vez, fizemos a largada em Porto Nacional, e voltamos   pelo mesmo caminho, para ir por asfalto até Balsas/MA, e fazer a chegada da especial de amanhã.

Essa é a etapa mais dura do Rally. Além de ser dentro do Jalapão, o engolidor de carros, é a tão temida etapa MARATONA. Após a largada dessa etapa, nenhum tipo de reparo pode ser feito nos carros pelas equipes de apoio, até o fim da etapa de amanhã. Somente o piloto e o navegador podem fazer pequenos reparos mas sem a substituição de peças. Será dureza para todos.

Para nós, não foi diferente. Saímos para Balsas/MA, as 15:00. Passamos por Santa Tereza/TO, Taquaruçu/TO, Palmas/TO, não tivemos maiores problemas até então. O primeiro problema, foi passando por Lajeado/TO, fura um pneu. Trabalho pesado pra trocar, devido ao peso do carro e ao horário… tudo escuro.

Chegamos no borracheiro, não tem conserto… na base do improviso, conseguimos um estepe mais-ou-menos pra seguir viagem.

Atravessamos de Lajeado para Miracema, de balsa…

Passamos por Miracema/TO, Miranorte/TO, Rio dos Bois/TO, Fortsleza do Jabocão/TO, Guaraí/TO, Presidente Kennedy/TO, Brasilândia/TO, Nova Olinda/TO e enfim, páramos para dormir, por volta de 11:40 em AraguaÍna/TO. Até agora, esse foi o dia mais pesado e cansativo.

Vamo que vamo!

Written by Breno Matias

15/08/2011 at 10:22 PM